Fabiano Rodrigues

W1siziisijuym2i1mjuwzdg5zge3m2e5mtawmdawmijdlfsiccisinrodw1iiiwinti4edm0nsmixv0

Fabiano Rodrigues se aproximou da fotografia através do skate, primeiramente aparecendo em fotos como skatista profissional enquanto realizava manobras pelo Brasil e pela Europa.
O interesse por composição, por captura de movimento e por arquitetura impulsionou ele próprio a fotografar outros skatistas na cidade, ao ponto de ser tão reconhecido como fotógrafo quanto como skatista. Em busca de uma linguagem capaz de dar conta de suas ambições expressivas e performáticas, desde 2010 desenvolve a pesquisa de auto-retratos, clicados em meio às suas manobras de skate. Disparando a câmera Hasselblad através de um controle remoto, ele registra o ápice de seu movimento em um enquadramento previamente planejado. Nessas fotos, sempre impressas em cópia única, explora o repertório e a história dos movimentos do skate, sua relação particular com a cidade, com a arquitetura e com o mobiliário urbano. Em suas escolhas de locais para fotografar, percebe-se um interesse especial por marcos arquitetônicos, como, por exemplo, construções projetadas por Oscar Niemeyer. Fabiano recebeu o Prêmio Aquisição do Banco Espírito Santo durante a edição de 2012 da SP-Arte e, com a premiação, uma de suas fotos foi doada para o acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, participando em seguida da exposição Arte contemporânea brasileira, na Estação Pinacoteca. O relacionamento com a instituição possibilitou uma série de fotos e manobras realizadas dentro do museu, propondo uma nova interação corporal e olhar para o premiado projeto de revitalização realizado por Paulo Mendes da Rocha. A partir dessa experiência, segue andando de skate e fotografando dentro de instituições, como fez em seguida no MALBA e na Fundação Bienal de São Paulo. Paralelamente, Fabiano desenvolve pesquisas em vídeo e colagem.

obras