Rimon Guimarães

W1siziisiju0mtbjognhndm0nmvhnmflmzawmdeyosjdlfsiccisinrodw1iiiwinti4edm0nsmixv0

Os ritmos visuais do curitibano Rimon Guimarães passeiam por temas cósmicos, metropolitanos e místicos, marcando etapas de uma experimentação totalmente livre, mas ainda assim carregada de estilo próprio e poder de atração visual. Em 2008 teve algumas passagens por museus, incluindo a exposição “Volúvel”, no MAC de Curitiba em colaboração com o artista Pjota, e uma instalação para a mostra TRANSFER, no Santander Cultural em Porto Alegre. Em 2010 apresentou a individual “Laboratório Objeto Escarlate” no Espaço +Soma, em São Paulo, seguida por uma tour pela Europa onde mostrou seu trabalho na coletiva Art Trek, na Bélgica, e encerrando o ano com a individual “Maré Plena” na galeria Fita Tape, em Porto Alegre. Desenhista, pintor, performer, músico e ativista, Rimon é um ser criativo difícil de resumir em poucas palavras. Mesmo sendo um dos nomes mais conhecidos da street art brasileira e expondo diversas vezes em galerias e museus, ele está sempre na frente quando o assunto é difundir sua arte via design e moda. Alguns exemplos disso são os modelos de tênis assinados por ele para a Nike SB e, atualmente, para a ÖUS, entre tantas outras colaborações com grandes marcas ou projetos independentes. É conhecido também por suas produções audiovisuais, em conjunto com a produtora curitibana BanzaiStudio, e por seus experimentos sonoros.

obras